Pesquisar

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo adota copos reutilizáveis


Expectativa é diminuir consumo interno de copos plásticos descartáveis em, ao menos, 25%, e contribuir com preservação ambiental
 

Da Redação - Foto: Carol Jacob

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo vai adotar copos reutilizáveis para reduzir o consumo de copos plásticos descartáveis. O principal objetivo é contribuir com a preservação do meio ambiente e a redução dos custos, além de incentivar o consumo consciente e cuidado ambiental entre os colaboradores -servidores, terceirizados e estagiários.

A iniciativa integra o programa Alesp Preserva, criado na gestão da atual Mesa Diretora, para reduzir o consumo de energia elétrica, de água e de papel por meio de ações de sustentabilidade, como geração de energia solar, substituição de equipamentos hidráulicos e implantação de software de gestão e digitalização de processos físicos.

A expectativa é reduzir o consumo de copos plásticos descartáveis em, ao menos, 25% -para 1 milhão de unidades por ano. A quantidade seria usada apenas por visitantes, uma vez que todos os servidores, colaboradores terceirizados e estagiários receberão os copos reutilizáveis. Por dia, cerca de 5.000 pessoas passam pela sede da Alesp.

"O programa Alesp Preserva tem iniciativas em diversas frentes. A redução do consumo dos copos plásticos descartáveis é uma delas e vai representar muito para o meio ambiente e para a economia do Parlamento. Espero que essa medida sirva de exemplo e possa ser adotada por todos", disse o presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari.

Com a iniciativa da Divisão de Almoxarifado e Patrimônio, a Alesp atende inclusive à lei 12.300/2006, que estabelece a Política Estadual de Resíduos Sólidos no Estado de São Paulo. Em um dos seus artigos, a lei incentiva práticas ambientalmente adequadas de reutilização e redução de resíduos, e o aporte de recursos orçamentários no combate à poluição, por exemplo.

O 1° secretário da Alesp, deputado Luiz Fernando, disse que o Parlamento está atento às questões ambientais e vem estabelecendo uma série de políticas. "Dessa maneira, somente vão utilizar copos descartáveis as pessoas que estarão passando pela Assembleia. Nós queremos reduzir a geração de resíduos, e garantir uma natureza melhor para futuras gerações", disse.

O deputado Rogério Nogueira, 2º secretário, disse que a iniciativa da Assembleia paulista é totalmente consonante com as práticas focadas no consumo responsável em prol do meio ambiente sustentável. "A Alesp mostra mais uma vez que se preocupa com as questões do meio ambiente e com as posturas que a sociedade precisa aderir daqui pra frente. É uma iniciativa que eu considero muito positiva", disse, ressaltando seu Projeto de Lei 736/19, que proíbe o fornecimento de copos, pratos, talheres e mexedores de bebidas confeccionados com material plástico no Estado.